De acordo com a Prefeitura, em resposta a um requerimento enviado pelo Vereador John Lenon (PDT), não há interesse por parte dos servidores em trocar a cesta básica pelo cartão refeição ou alimentação, já que 4.070 servidores são optantes pela cesta e por isso não há necessidade de fazer um estudo para identificar a preferência dos funcionários.

A Administração respondeu ainda que não há possibilidade de ofertar o cartão aos servidores já que existe um contrato vigente com uma empresa especializada na prestação de serviço de preparo, seleção, acondicionamento, distribuição no sistema porta a porta e controle de cestas para os servidores.

E você servidor, qual é sua preferência? Envie sugestões pelo e-mail: asph@servidoresdehortolandia.com.br