Atualmente, o servidor público pode progredir de três formas, por titulação, méritos ou funcional. A progressão funcional já foi regulamentada e vai iniciar a partir do momento em que o orçamento for liberado.

 Para os Guardas Municipais de Hortolândia, a progressão será por mérito e já está sendo instalada no município.

 Ela será por meio da avaliação de desempenho de todas as unidades, e por isso, até o fim do mês de dezembro, cada uma delas deve se cadastrar para receber a avaliação.

 A avaliação do desempenho será realizada da seguinte forma: o projeto apresentado no início do ano será avaliado ao fim do mesmo, a equipe será avaliada como um todo pelo comitê de avaliação, caso a nota seja satisfatória, ou seja, acima dos 70%, ela fica na média, mas, se ocorrer notas insatisfatórias, a avaliação passará a ser individual, para encontrar onde aconteceram os erros.

 Segundo Carlos Maldonado, Diretor da Escola de Gestão Pública de Hortolândia, como não ocorreu avaliação nos anos anteriores, caso a equipe tenha a nota satisfatória, será contabilizado média 7 para os anos antes de 2019 “a nota de 2019 vamos obter em 2020, mas a nota de 2018, 17, 16... segundo o decreto serão 7 se a nota deste ano for satisfatória”.

 Para Edivaldo de Oliveira, Presidente do Sindguardas e da ASPH, isso vem de encontro a uma reinvindicação antiga e que o governo está prestes a implementar. Além dessa progressão, está em andamento também a progressão por especialidades. A mesma está passando por um processo de readequação, mudando do método por provas para a progressão “automática”. Forma tão almejada pelos GMS e que está sendo conquistada graças ao empenho do atual secretário de segurança Dr. Jold, afirma o presidente.

 A progressão por mérito para os Guardas Municipais vai iniciar a partir de 2020, quando as notas da avaliação forem divulgadas.

 

Foto: Portal Hortolândia

Edivaldo Oliveira Presidente do Sindicado dos Guardas Municipais de Hortolândia

Dr. Jold Secretário de Segurança